tipos de manutenção

Conheça os tipos de manutenção e os seus benefícios!

Se você tem uma empresa que faz uso de equipamentos grandes e pesados, precisa conhecer os principais tipos de manutenção e como eles impactam o seu negócio. Você realiza procedimentos preventivos nas suas máquinas e nos seus veículos? Talvez esteja na hora de colocar essas tarefas no cronograma da sua companhia.

Até os empreendimentos que estão crescendo conhecem a relevância de realizar a manutenção nos equipamentos. Esse é um serviço essencial que preserva a vida útil dos produtos, bem como toda a lucratividade geral. Ou seja, em vez de ignorá-lo, devemos dar a devida atenção e manter a produtividade em alta.

Elaboramos este post com os maiores métodos preventivos de veículos e máquinas para auxiliar os empreendedores. Aproveite para conferir também os benefícios de realizá-los. Continue a leitura!

Quais são os principais tipos de manutenção?

Os principais tipos de manutenção são a manutenção preventiva, a manutenção preditiva e a manutenção corretiva. Esses são métodos diferentes que, de alguma forma, têm o objetivo de evitar o congelamento das atividades das empresas.

Afinal, sem os equipamentos em ótimo estado, não é possível seguir com as produções e entregar os serviços para os clientes.

Manutenção preventiva

A preventiva é a mais conhecida e, provavelmente, a mais aplicada nas grandes empresas pelos empreendedores.

Esse é um dos tipos de manutenção que prezam pela vida útil do produto e que ocorrem de maneira periódica, mesmo quando os equipamentos estão funcionando corretamente. Quaisquer falhas que possam acontecer são, então, evitadas, garantindo que as máquinas sigam trabalhando.

Normalmente, existe um calendário de manutenção preventiva, com dias específicos para cada máquina. Os profissionais dessa área fazem as análises buscando possíveis empecilhos para as operações.

Assim que eles encontram suspeitas de problemas que possam intervir no desempenho da atividade, agendam um conserto ou um reparo. Sendo assim, existe uma redução nos custos de manutenção.

Além disso, há uma diminuição na necessidade de interrupção de tarefas na empresa. As máquinas estarão sempre em ótimo estado porque as manutenções preventivas foram feitas como deveriam ser.

Elas podem prever se alguma parte específica vem sendo danificada ou se precisa de reparo. Em seguida, o conserto é agendado, já considerando outro equipamento como substituto para manter a produção a mil.

Manutenção preditiva

A manutenção preditiva antecede a decisão pela realização de uma manutenção preventiva, através de métodos que analisam o estado de funcionamento de sistemas e componentes. Por exemplo: termografia, ultrassom, análise de óleos, vibração e temperatura. Combinados, esses meios possibilitam uma maior precisão no diagnóstico.

O resultado destas analises prediz o tempo de vida útil dos componentes das máquinas e equipamentos e as condições necessárias para que para que este tempo seja aproveitado. Garantindo assim uma maior disponibilidade física do equipamento e menores custos com manutenção.

Manutenção corretiva

A manutenção corretiva é um dos tipos de manutenção mais antigos, já que existe desde quando a indústria ainda era mecanizada. Ou seja, por mais que reparos fossem necessários, eles apenas eram realizados quando surgia algum defeito ou uma quebra.

O objetivo dela é corrigir falhas e deixar os equipamentos funcionando como antes. Há, no entanto, duas subdivisões para essa manutenção: a planejada e a não planejada.

A manutenção corretiva não planejada ocorre justamente em momentos aleatórios, quando não era esperado acontecer algum reparo — por exemplo, quando surge um problema em alguma máquina ou em um veículo e não há tempo para agendamentos ou pré-requisitos, como planejamentos.

Por acontecer fora do momento apropriado, esse pode ser um serviço mais caro e que ocasiona a perda de produtividade da empresa. Por outro lado, temos a manutenção corretiva planejada, que é realizada logo após as máquinas ou os aparelhos apresentarem um desempenho reduzido.

Assim que os gerentes de produção percebem que algum maquinário está com o funcionamento comprometido, acionam esse tipo de reparo. Nesse caso, existe um período para que o conserto seja calculado, mas ele ainda é prejudicial ao equipamento.

Quais são os benefícios das manutenções?

Sabemos que há muitas vantagens em realizar manutenções — pelo menos quanto à maioria dos tipos. Separamos, então, este tópico do texto para tratar sobre os benefícios desses métodos.

Além disso, é claro, falaremos como elas impactam significativamente as empresas de diversos setores. Descubra agora quais são os proveitos mais impressionantes!

Trazem mais segurança ao trabalho

Quando todas as máquinas, os veículos e os aparelhos da empresa estão funcionando adequadamente, são reduzidas as chances de acidentes no trabalho. Todos os indivíduos que operam com equipamentos pesados reconhecem o valor de ter uma manutenção que realmente os proteja.

Como qualquer deslize pode causar sérios acidentes, preze pela conservação contínua desses itens.

Proporcionam garantia de eficiência

Com um melhor serviço e com veículos e máquinas apropriados, conseguimos ter uma excelente eficiência no trabalho. A manutenção, independentemente do tipo, tem foco na eficiência do controle, assim como no monitoramento regular. Graças à tecnologia, é possível ter os melhores equipamentos do país e utilizar aplicativos para verificar todos os dados relevantes.

Previnem gastos desnecessários

Ao investir em manutenções, como a preventiva ou a preditiva, conseguimos analisar quais cuidados são os mais consideráveis. Isso também serve para agendar as datas de consertos novos.

O melhor é que isso se dá no momento certo. Até as horas podem ser decisivas nesses casos, já que os quadros podem se agravar. O gasto com manutenções é bem menor do que os envolvidos em reparos completos, que podem exigir altos valores.

Qual é o propósito da manutenção?

Embora alguns indivíduos prefiram ignorar a manutenção, ela deve ser vista como algo relevante. Uma gestão de manutenção adequada tem o poder de potencializar os resultados da sua empresa e evitar imprevistos.

Isso é de suma importância para os empreendedores que buscam lucrar cada vez mais. Caso essas tarefas não sejam levadas a sério, problemas graves podem acontecer com o seu equipamento.

Agora, você já sabe quais são os principais tipos de manutenção. Se você teve o interesse despertado por algum deles, aplique aquele que for melhor para a sua empresa. É importante, porém, identificar qual método é mais eficiente e pode transformar o seu negócio, bem como aumentar a lucratividade. Lembre-se de tratar a manutenção como algo primordial, pois somente ela pode assegurar o bom funcionamento das suas máquinas.

Esperamos que você tenha gostado do artigo! Agora, sabia que é possível acompanhar os conteúdos do blog nas principais redes sociais? Basta seguir as nossas páginas no Facebook, no Instagram e no LinkedIn. Essa é a melhor maneira de ficar por dentro de tudo sobre o funcionamento de veículos e de equipamentos pesados. 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.